O ouro negro da Amazônia

O açaí é uma fruta muito conhecida, não só por seu sabor inconfundível, mas também por ser rico em nutrientes e proteína.  A antocianina, responsável pela pigmentação roxa é o principal fator que faz do açaí uma fruta antioxidante, que tem a função de limpar elementos desnecessários das nossas células, principalmente os radicais livres, que são uma espécie de “ferrugem” que vai se espalhando pelas artérias, desacelera o envelhecimento, evita doenças cardíacas e células cancerígenas. 

Quando o assunto é a gordura presente no açaí, muitos o comparam com o azeite de oliva, pois possui um alto teor de gordura monoinsaturada.  Além disso, auxilia no bom funcionamento do intestino, ajuda quem tem colesterol alto e aumenta o teor de energia antes ou mesmo depois de alguma atividade física. 

Não são só os benefícios alimentares que o açaí proporciona. As sementes do açaí são utilizadas para o artesanato da região, assim como as folhas do açaizeiro que são usadas para produzir bolsas, redes, chapéus, sacolas e até mesmo o telhado de algumas casas são produzidas com as folhas do açaizeiro. 

A dica de hoje é em especial para os idosos. Uma vez mantendo uma dieta balanceada, com açaí e seus derivados, garantem benefícios para a saúde. A absorção de ferro no organismo previne problemas como a anemia e garante a oxigenação do corpo, agindo como um combustível para que a hemoglobina, célula do sangue, funcione da melhor forma possível. A absorção de ferro nos idosos é de 10 a 15mg por dia, já nos adultos, a média é de 5 mg por dia. Você pode potencializar esses efeitos consumindo o açaí com frutas cítricas, como por exemplo, o kiwi, laranja e acerola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chat via WHATSAPP